Platinum Visage
O que é o Olaplex?
21/10/2018
Entenda se o botox é indicado para você
28/11/2018
Mostrar tudo

Tudo que você precisa saber sobre depilação a laser

Que mulher nunca sonhou em dizer um adeus definitivo aos pelos indesejados e fazer depilação a laser? Quem nunca sonhou com a pele lisinha para os finais de semana de sol e que essa sensação se prolongue o ano todo?

Algumas mulheres contam com a genética (e com a sorte!) de terem poucos pelos loiros pelo corpo, mas esta não é a realidade da grande maioria, que costumam ter pelos mais grossos e escuros, sobretudo na axila e virilha.

Para tirar todas as suas dúvidas sobre depilação a laser, preparamos este post completíssimo, com detalhes sobre número de aplicações, tipos de tecnologia e muito mais! Acompanhe!

Como a depilação a laser funciona?

A energia do laser é atraída em forma de luz pelo pigmento melanina presente na haste do pelo. Essa energia térmica destrói ou retarda a capacidade do folículo de produzir novos fios.

Algumas tecnologias fazem com que o pelo caia alguns dias depois da aplicação e todas fazem com o que o pelo comece a crescer mais devagar, além de mais finos e claros.

Na hora da aplicação, o local fica avermelhado e mais quente. Algumas mulheres reclamam de ardência, mas costuma durar até, no máximo, 4 horas após a sessão. É relativamente comum formar uma crostinha na região, que tende a desaparecer em alguns dias.

A depilação a laser pode ser feita em todo corpo, contudo, é bom lembrar que os pelos mais escuros e grossos tendem a captar mais a luz e então os resultados são melhores.

Segundo a Sociedade Brasileira de Laser, o tratamento dura em média, seis sessões. Isso pode variar um pouco para mais ou um pouco para menos, dependendo de cada tecnologia e também de cada organismo.

Contudo, é bom frisar que não é possível buscar resultados com apenas uma aplicação. Isto porque, o pelo só pode ser destruído na fase de crescimento. Enquanto um pelo está nesta fase, outros estão em repouso. Para atingir que todos os pelos da região estejam na fase de crescimento e garantir que todos os folículos sejam destruídos são necessárias algumas sessões.

Também é importante salientar que a depilação a laser não é para sempre. Após todas as sessões e o fim de todos os pelos da região, ainda é necessária uma manutenção anual, para acabar com um ou outro pelo teimoso que volte a crescer.

A dúvida mais recorrente: depilação a laser dói?

A verdade é que depende. Depende da tecnologia do aparelho de depilação a laser, da sua resistência, da área a ser aplicada e até de níveis de estresse e ciclo menstrual. Se você aguenta bem a depilação a cera, então deverá suportar bem o incômodo da depilação a laser.

Em áreas mais sensíveis, como buço, você pode optar por usar anestésicos locais, como Emla e Anestop. Iremos falar das máquinas de depilação a laser e seus níveis de dor. Se você não faz o tipo muito resistente, opte pelas tecnologias menos doloridas.

Finalmente, quais os tipos de depilação a laser existentes no mercado?

Laser de Alexandrita

Procedimento: não é necessário passar gel ou nenhum outro produto antes, o Laser de Alexandrita conta com um sistema de resfriamento que libera um jato gelado de gás de criogênio antes do pulso do laser. Além de proteger a pele, este gás proporciona maior conforto e menos dor na hora da aplicação. O Laser de Alexandrita faz até 3 disparos por segundo.

Em relação ao Laser Light Sheer, o Laser de Alexandrita possui até 133% maior afinidade com a melanina, sendo assim, sua eficácia é maior e tende a eliminar pelos mais finos, desde que apresentem pigmento.

Esta tecnologia não causa tanta dor, sendo considerada menos dolorida que a depilação convencional com cera.

Número de sessões: aproximadamente 6 a 8 sessões.

Indicações: peles mais claras, com pelos pigmentados.

Contraindicações: gestantes, mulheres de pele morena ou negra.

Tecnologia: comprimento de onda de 755nm e um sistema exclusivo de resfriamento (DCD)

Soprano Next Generation

Procedimento: libera múltiplos disparos de baixa energia para destruir as células germinativas do bulbo capilar.

Número de sessões: em média, 4 sessões.

Indicado: para todos os tipos de pele.

Vantagem: pode ser aplicado em todos os tipos de pele, inclusive nas mulatas, negras e bronzeadas.

Desvantagem: causa ligeiro desconforto nas regiões aplicadas.

Contraindicação: gestantes e regiões lesionadas na pele.

Tecnologia: placa de laser de diodo 810 nm.

Light Sheer Duet

Procedimento: um único disparo por vez libera alta energia, sendo que a ponteira maior é fotopneumática, ou seja, faz uma sucção da pele e dispara o laser mais próximo da raiz do pelo, destruindo-o com maior precisão.

Recomendado: para peles brancas e morenas-claras.

Vantagem: áreas extensas como pernas, braços e abdômen são depiladas com mais segurança, rapidez e eficácia, em menos sessões e de forma menos dolorosa.

Desvantagem: pelos brancos e loiros não são eliminados.

Contraindicação: gestantes e mulheres negras ou de pele bronzeada.

N° de sessões: em média, 4 sessões.

Tecnologia: sete placas de laser de diodo 810 nm distribuídas em duas ponteiras distintas.

Laser ND Yag

Procedimento: trabalha com alta energia e uma ponteira grande, o que diminui a densidade da energia e o torna um laser seguro, porém, menos efetivo.

Recomendado: para todos os tipos de pele.

Vantagem: a pele morena pode ser depilada com mais segurança.

Desvantagem: pelos brancos e loiros não são eliminados.

Contraindicação: gestantes.

N° de sessões: 12 sessões, em média.

Tecnologia: laser de 1064 nm.

Harmony Long Pulsed

Procedimento: o laser libera sua energia de forma lenta e constante, garantindo que a célula germinativa do pelo seja destruída.

Recomendado: para todos os tipos de pele.

Vantagem: o aquecimento da profundidade da pele e não da superfície permite que morenas e negras optem pelo método com segurança.

Desvantagem: pelos brancos e loiros não são eliminados.

Contraindicação: gestantes.

N° de sessões: de 4 a 6 sessões, em média.

Tecnologia: laser de ND:YAG de 1064 nm.

Fotodepilação

Procedimento: as luzes emitidas são absorvidas pela melanina presente nos pelos, atingindo o bulbo capilar e destruindo-o.

Recomendado: para peles claras e morenas.

Vantagem: o método é menos doloroso, porque libera menos energia.

Desvantagem: não é um método definitivo de depilação, é progressivo. Pelos brancos e loiros não são eliminados.

Contraindicação: gestantes.

N° de sessões: de 6 a 10 sessões, em média.

Tecnologia: Luz Intensa Pulsada (IPL)

Ainda com alguma dúvida sobre depilação a laser? Deixe sua pergunta nos comentários que respondemos para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *